InícioNotíciasEducaçãoEnsino Técnico e a preparação profissional para o mercado
09 de Novembro de 2016 às 15:55

Ensino Técnico e a preparação profissional para o mercado

Por Gabriela Campêlo

 

Preencher o currículo com cursos e atividades extras é uma das principais formas de se destacar no mercado. Para os jovens que buscam o primeiro emprego, as qualificações técnicas fazem o diferencial nos processos seletivos – ganha quem tem mais conhecimento teórico para aplicar na prática mercadológica.



 

Apesar dos esforços dos professores, o ensino médio ainda não é a principal forma de preparação. Segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgada no último mês, 61% dos jovens questionados afirmaram que o ensino médio, em sua forma atual, não é atraente e não está adequado a realidade dos jovens de hoje, e 32% afirmaram ainda que a formação técnica/profissionalizante deveria ser o foco principal no período de formação dos jovens.

Buscando atender a estes jovens que querem crescer tecnicamente para estar melhores preparados frente ao mercado, a Faculdade Maurício de Nassau, em Petrolina, oferta cursos técnicos em Logística e Informática, apresentados na modalidade a distância. Estes, visam preparar desde alunos que cursem o ensino médio até mesmo profissionais que já atuem no mercado mas não possuam a capacitação teórica.

Podem se inscrever nos cursos técnicos da Nassau Petrolina os candidatos que estiverem cursando ou já tenham concluído o ensino médio. Para participar, basta acessar o site tecnico.uninassau.edu.br e realizar a sua inscrição ou dirigir-se presencialmente à Faculdade que fica localizada na Avenida Coronel Clementino Coelho, 714, bairro Atrás da Banca. Mais informações pelo telefone (87) 3866-5800.

A principal característica dos cursos técnicos/profissionalizantes é o foco no mercado, buscando preparar e capacitar os jovens e adultos. Seu curto período de duração, de em média 1 ano, otimiza o tempo de preparo e encurta a ponte entre o ensino médio e o mercado de trabalho especializado. Outro diferencial, o baixo custo dos cursos permite uma maior acessibilidade a eles.