InícioNotíciasEntretenimentoGuns "clássico" chega ao Brasil e compensa duas décadas de espera
09 de Novembro de 2016 às 11:20

Guns "clássico" chega ao Brasil e compensa duas décadas de espera

Quando Axl Rose, Slash, Duff McKagan e banda pisaram, na noite desta terça-feira (8), no palco do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, os fãs brasileiros do Guns N´Roses suspiraram aliviados três vezes.

Primeiro, porque era real: o vocalista e o guitarrista estavam lado a lado, algo que pareceu impossível por 20 anos após uma briga entre os companheiros de banda. Segundo, porque vieram os compassos iniciais de "It's So Easy", a primeira música do setlist da turnê "Not in This Lifetime", quando Axl e Slash se mostraram em grande forma e deixaram para trás as apreensões sobre seu desempenho. Terceiro, porque o atraso da banda se limitou a apenas 23 minutos, uma boa notícia para um grupo que se notabilizou por deixar fãs esperando por horas em outros shows no Brasil.

O som em um Beira-Rio quase lotado prejudicou a performance nas primeiras músicas, quando a voz de Axl e os solos de Slash estavam mais baixos do que o esperado. Mas, aos poucos, o som foi melhorando e deixando claro que o Guns voltou com tudo desde que encarou a estrada no início do ano com uma formação quase original --o baterista Matt Sorum e o guitarrista Izzy Stradlin, dois dos integrantes que viveram o auge da banda, no início dos anos 1990, não entraram na turnê.

Axl é seguro nos graves e nos gritos agudos, sua marca registrada, e segue um líder vigoroso no palco. Slash não perdeu nada da sensibilidade da mão esquerda e continua encantando com seu vibrato em solos líricos em meio a riffs distorcidos.

Sem novidades

A banda não trouxe novidades para Porto Alegre: o repertório teve apenas três mudanças desde o show de Buenos Aires no dia 4, o último antes da perna brasileira da turnê. O setlist dá atenção aos hits da banda, mas também traz três músicas de "Chinese Democracy" (2008), o último álbum, sem a participação de Slash e Duff.

O Guns é uma banda de hard rock, mas alguns dos melhores momentos do show são canções mais lentas, como "Estranged", "November Rain" e "Don't Cry" --à exceção de "This I Love", uma balada de "Chinese Democracy", ponto baixo da noite.

Os covers também estão entre os destaques, e foram seis em Porto Alegre. Do punk "Attitude", dos Misfits, passando pelas versões instrumentais de "Wish You Were Here", do Pink Floyd, um trecho de "Layla", de Derek and The Dominos, e do tema do "Poderoso Chefão", o Guns mostra que é uma grande banda até quando toca canções dos outros. Um grupo que conquistou o luxo de incorporar clássicos como "Live and Let Die", de Paul McCartney, e "Knocking on Heavens Door", de Bob Dylan, como se fossem canções da própria banda.

A passagem por Porto Alegre teve 23 músicas em 2h32 de duração. No bis, o Guns trouxe outro cover, "The Seeker", do The Who, e finalizou com "Paradise City" e uma chuva de papel picado verde e amarelo. Na saída, a plateia da pista teve dificuldade de sair do Beira-Rio e ficou mais de 30 minutos em filas para deixar o estádio.

A turnê segue pelo Brasil nas próximas semanas. São Paulo recebe o Guns nos dias 11 e 12, no Allianz Parque, e, sem seguida, a banda vai para o Rio de Janeiro, onde toca dia 15 no Engenhão. A passagem brasileira passa ainda por Curitiba no dia 17, na Pedreira Paulo Leminski, e encerra no dia 20 em Brasília, no Estádio Nacional.

 

O setlist:

1. "It's So Easy"
2. "Mr.Brownstone"
3. "Chinese Democracy"
4. "Welcome to the Jungle"
5. "Double Talkin' Jive"
6. "Better"
7. "Estranged"
8. "Live and Let Die" (cover do Wings)
9. "Rocket Queen"
10. "You Could Be Mine"
11. "Attitude" (cover dos Misfits, com introdução de "You Can't Put Your Arms Around a Memory"
12. "This I Love"
13. "Civil War"
14. "Coma"
15. "Speak Softly Love" (tema de "O Poderoso Chefão")
16. "Sweet Child O' Mine"
17. "Wish You Were Here" (cover do Pink Floyd)
18. "November Rain" (com introdução de "Layla", do Derek and The Dominos)
19. "Knockin' on Heaven's Door" (cover de Bob Dylan)
20. "Nightrain"

Bis:
21. "Don't Cry"
22. "The Seeker" (cover do The Who)
23. "Paradise City"